Ideias de estimulação sensorial aliado à música para trabalhar com crianças com autismo

Por Michele Senra

Estou sempre em busca de melhorar minhas habilidades como professora de musicalização. Descobrir ideias eficazes para envolver crianças autistas através da música é sempre divertido e motivador.

As crianças que trabalho no CORA e aula particular, são em sua maioria autistas e aspergers. À começar pelo meu filho que tem autismo leve, que sempre me serviu como parâmetro sobre a síndrome. Nessa minha caminhada como mãe e no meu trabalho com o CORA, percebi e aprendi sobre as necessidades sensoriais que nossas crianças apresentam. Então, conversando com minha amiga Adriana Fernandes, Fonoaudióloga e especialista DIR/Floortime, pude perceber como essa abordagem pode ser uma forte aliada ao trabalho com música. E desde então tenho me aprofundado no assunto para melhor atender às necessidades dos meus alunos.

3-25

Tenho alguns alunos que ficam pulando e batendo em coisas, em busca de estímulos sensoriais. Procuro neste caso, proporcionar uma experiência sensorial oferecendo a esse aluno saltar no trampolim, ou saltar na bola suíça, eles adoram. Assim fica mais fácil o engajamento nas atividades musicais.

A criança recebe um input proprioceptivo e vestibular saltando na bola. Com a música que canto enquanto ela pula, no ritmo da música, consigo um bom contado ocular e às vezes consigo que ela cante comigo alguns trechos. Por incrível que pareça uma atividade onde a criança está em movimento, pode proporcionar uma interação muito produtiva e benéfica para as crianças. Com a bola podemos fazer outras atividades relaxantes como deitar sobre ela, rola para cima e para baixo, e etc.

Uma das premissas do Floortime é a motivação. A criança motivada consegue interagir com pais e terapeutas. Segundo Greespan: “Nós realmente precisamos mudar essa dicotomia histórica da cognição por um lado, as emoções, por outro lado, e perceber que nossas emoções são o combustível que dão origem ao comportamento social, mas também a diferentes níveis de inteligência”

É por isso que amo música, porque ela por si só já um agente motivador, e desenvolve diversas habilidades e estimula a criatividade.

Em breve postarei outras dicas. Até breve! Bjs

Posted on Julho 30, 2013, in Dicas para os pais, Dicas para profissionais, Floortime and tagged , , . Bookmark the permalink. 3 comentários.

  1. Boa dica!

  2. Trabalho bastante com a bola em musicoterapia com crianças com autismo, justamente buscando contato visual e engajamento maior nas propostas. Trabalho com a música usando outros estímulos assiciados também. Confira… https://youtu.be/wIu7nec79Y0

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: